Dr. Mario Celso Schmitt

Home

ODONTOLOGIA INTRAUTERINA

13/10/2015



Você já ouviu falar em pré-natal odontológico? O pré-natal odontológico, também conhecido como odontologia intrauterina, visa promover a saúde bucal da mamãe e a prevenção da saúde geral do bebê. 

A odontopediatra Beatriz Helena Eger Schmitt destaca a importância da odontologia intrauterina, conforme veremos a seguir.

A gestação ocasiona modificações físicas, metabólicas e emocionais e sob o ponto de vista odontológico não é diferente, mas algumas questões precisam ser desmistificadas: não há um aumento da incidência de cárie em mulheres grávidas; a composição mineral dos dentes da mãe não sofre alteração para formar a estrutura calcificada do feto; a gravidez também não causa gengivite; a mulher grávida não precisa e nem deve adiar um tratamento odontológico.


Saúde bucal da mãe x saúde do bebê

A doença periodontal, ou seja, a gengivite ou a periodontite, durante a gestação, podem levar ao parto prematuro ou ao nascimento de bebês de baixo peso.


Saúde bucal do bebê

Medidas educativas e a saúde bucal da mãe podem diminuir o risco de cárie do futuro bebê
Uma das formas de se avaliar o risco de cárie do bebê é analisar a atividade de cárie da gestante, que está relacionada, principalmente, ao nível de infecção por Streptococcus do grupo Mutans (S.M.) e à dieta. Mães altamente infectadas por S.M. tendem a ter crianças com maior experiência de cárie. Mas bebês não abrigam esses microrganismos antes da erupção dos dentes, assim a transmissibilidade ocorre num período de máxima suscetibilidade de contaminação ou "janela de infectividade", que geralmente coincide com a erupção de molares decíduos. No Brasil, devido ao expressivo número de casos de cárie em bebês, acredita-se que essa contaminação aconteça mais cedo.

A cárie é uma doença infecto contagiosa, ela passa de mãe para filho pela transmissão de bactérias, o que ocorre através de hábitos como o provar alimentos com a mesma colher, assoprar alimentos e beijar na boca do bebê.


Principais orientações para as futuras mamães

É importante que a gestante receba um aconselhamento sobre os cuidados com sua saúde bucal e quanto à dieta em termos nutricionais e à frequência do consumo de alimentos açucarados. O açúcar natural dos alimentos é suficiente para suprir as necessidades da gestante e do feto.

A futura mamãe também deve receber orientações sobre o uso racional do flúor em crianças pequenas e sobre os cuidados com a saúde bucal do bebê.

A Odontologia intrauterina visa educar gestantes e abrir possibilidades para novas gerações se desenvolverem livres de cárie e doenças de gengiva.

Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário
Ícone Natela Natela - Soluções Web