Dr. Mario Celso Schmitt

Home

Anemia: como prevenir?

11/07/2022

Primeiramente, anemia é a redução do número de células vermelhas do organismo (hemácias), responsáveis pelo transporte de oxigênio pelo sangue. Ou seja, a deficiência de ferro resulta da falta dessa nutriente no organismo, causando a anemia.

Mas como prevenir a deficiência de ferro?
A prevenção já deve iniciar com a mãe, no Pré-Natal, onde ela deve consultar o seu médico, que indicará o melhor tratamento.

Já após o nascimento, a prevenção é feita pelo aleitamento materno exclusivo até os 6 meses de vida. Lembrando que o pediatra deve ser consultado para orientar a mãe lactante se deve tomar um suplemento com ferro ou não.
Após os seis meses de vida, na introdução alimentar, a mãe deve oferecer alimentos ricos em ferro, como carnes, miúdos, ovo, feijão, grão de bico, espinafre, couve e etc. E para ajudar na absorção desse nutriente, alguns agentes facilitadores como carnes vermelhas e vitamina C podem auxiliar.

Mas atenção, alguns alimentos podem prejudicar a absorção desse nutriente, que chamamos de agentes inibidores, como leite, refrigerante, café e chás, fibras, fitatos (presentes nos vegetais), e oxalatos (presentes no espinafre e na beterraba). O recomendado é consumir os diversos tipos de alimento para equilibrar as fontes de ferro. Seu pediatra pode ajudar com essas recomendações.

Posso dar suplementação de ferro para a criança? Sim, mas deve-se consultar o médico pediatra da criança para a real necessidade e dosagem correta.

Fique atento a esses sinais para deficiência de ferro e apresente-os ao seu pediatra para um diagnóstico.
Fadiga crônica e desânimo, cansaço mesmo após pequenos esforços, pele e mucosas pálidas, tonturas e sensação de desmaio, dores de cabeça e dores nas pernas, geofagia (vontade incontrolável de comer terra), queda de cabelo e unhas fracas e quebradiças, falta de apetite, sonolência, dificuldade de concentração e aprendizagem.

Galeria de Imagens
Compartilhar
Faça um Comentário
Ícone Natela Natela - Soluções Web